Board Brasileiro: certificado de excelência para a ortodontia nacional

Por Administrador

Edição V06N06 | Ano 2001 | Editorial Editorial | Páginas 28 até 28

Fundada em 1929, a American Board of Orthodontists (ABO) é reconhecida mundialmente pelo rigor e pela seleção criteriosa de seus membros. Para serem diplomados pela instituição, os candidatos passam por três etapas de provas, nas quais serão avaliados seus conhecimentos científicos e a qualidade clínica com que exercem a ortodontia. Como a certificação envolve a análise, diagnóstico, planejamento, tratamento e finalização de casos, a conquista do Board americano consome, em média, 10 anos de vida clínica do ortodontista. Talvez por esta razão, existam apenas 1.910 membros diplomados pelo Board, em exercício nos Estados Unidos e somente outros 40 em atividade distribuída por 17 países diferentes. Embora o título alcançado não tenha valor acadêmico ou represente uma pós-graduação, ele sem dúvida qualifica o profissional perante uma sociedade cada dia mais exigente e merecedora de um atendimento diferenciado. Por esta razão é gratificante que a ortodontia brasileira seja a primeira das especialidades odontológicas a instituir um certificado de qualificação semelhante ao Board americano. A iniciativa é precursora em toda área de saúde no país. Assim como a odontologia, a medicina nacional também não conta com algo semelhante ao Board