Avaliação da estabilidade de três tipos diferentes de mini-implantes, baseada no fator formato da rosca e na análise numérica da tensão ao redor dos mini-implantes inseridos com diferentes ângulos, com relação à força de retração em massa

Por Administrador

Edição V25N6 | Ano 2020 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 59 até 68

Safiya Sana, Rekha R. Kondapally, Ashok Kumar Talapaneni, Arshad Hussain, Sayeeda Laegue Bangi, Asma Fatima

Objetivos: Avaliar a estabilidade de três diferentes tipos de mini-implantes, com base no fator formato da rosca (thread shape factor, TSF), e avaliar a tensão no local de inserção e no osso cortical ao redor dos mini-implantes inseridos com dois ângulos diferentes, durante a aplicação de força para retração. Métodos: Foram usados três diferentes diâmetros de mini-implantes, sendo eles 1,8mm (M1, ORTHOImplant), 1,6mm (M2, Tomas) e 1,4mm (M3, Vector TAS), todos com comprimento de 8mm. Por meio da microscopia eletrônica de varredura, foram calculados a profundidade da rosca, o passo da rosca (distância entre os filetes da rosca) e a relação entre os dois (TSF). Para realização do teste de tração (pull-out), os mini-implantes foram inseridos em um bloco de osso sintético. Os testes ANOVA de uma via e post-hoc de Tukey foram usados para comparar as forças de resistência à tração dos mini-implantes, considerando-se estatisticamente significativos valores de p<0,05. Modelos de elementos finitos (MEF) foram gerados com ângulos de inserção dos mini-implantes a 90° e 60°, com força de retração em 150g. Os resultados foram analisados usando-se o software ANSYS. Resultados: Diferenças estatisticamente significativas foram encontradas entre os três mini-implantes quanto à profundidade da rosca e o passo da rosca (p<0,001). O ORTHOImplant apresentou a maior força de resistência à tração, com significância estatística. O nível de distribuição das tensões no mini-implante e no osso circundante também foi menor para o ORTHOImplant. Resultados: Entre os diferentes tipos de mini-implantes analisados, o ORTHOImplant apresentou as características geométricas mais favoráveis e a menor tensão com o ângulo de inserção de 90°.

Procedimentos de ancoragem ortodôntica. Implantes de carga imediata. Análise de Elementos Finitos.

Sana S, Kondapally RR, Talapaneni AK, Hussain A, Bangi SL, Fatima A. Evaluation of stability of three different mini-implants, based on thread shape factor and numerical analysis of stress around mini-implants with different insertion angle, with relation to en-masse retraction force. Dental Press J Orthod. 2020 Nov-Dec;25(6):59-68.